Deus está no lado de nós americanos. “Ele pode nos guiar para usá-lo [armas nucleares] em seus caminhos e para seus propósitos”

Por Prof Michel Chossudovsky
Global Research, 06 de Agosto de 2017

Em 9 de Agosto de 1945, no dia em que a segunda bomba atómica foi lançada em Nagasaki, o presidente Truman, num discurso de rádio para o povo americano, concluiu que Deus está do lado da América com relação ao uso de armas nucleares e que ” Ele Pode nos guiar a usár [armas nucleares] nos seus caminhos e em seus propósitos “. Um discurso um pouco contraditório, que parece incorporado na doutrina nuclear dos Estados Unidos.

De acordo com Truman: Deus está connosco, ele decidirá se e quando usar a bomba:

[Devemos]  preparar planos para o controle futuro desta bomba. Pedirei ao Congresso que coopere até o fim que sua produção e uso sejam controlados e que seu poder seja influenciado pela paixão mundial.

Devemos nos constituir depositários desta nova força – para evitar o mau uso e transformá-la em canais de serviço à humanidade.

É uma terrível responsabilidade que veio até nós.

Agradecemos a Deus que [armas nucleares] veio até nós, em vez de nossos inimigos; E rezamos para que Ele possa nos guiar a usá-lo [armas nucleares] nos Seus caminhos e para Seus propósitos

Harry Truman, 9 de Agosto de 1945

A declaração de Truman é diabólica. Acredita que as armas nucleares são um “presente de Deus” para nós americanos.

De acordo com o Concílio Vaticano dos Bispos: “Qualquer ato de guerra visando indiscriminadamente à destruição de cidades inteiras ou de áreas extensas, juntamente com a sua população [Hiroshma e Nagasaki] . É um crime contra Deus e o próprio homem” ( Gaudium et Spes, “Constituição pastoral sobre a Igreja no mundo moderno, “Concílio Vaticano II”).

Devemos entender que: “Crime contra Deus e o próprio homem” faz parte agora de uma agenda militar do Pentágono que consiste em usar armas nucleares em bases preventivas contra os supostos inimigos da América. Em Hiroshima, em 6 de Agosto de 1945, “cem mil pessoas foram mortas ou condenadas em 9 segundos”, sob as ordens do presidente Truman. E os americanos disseram que Hiroshima era uma “base militar”.

“Seus caminhos e seus propósitos” 

Os teólogos podem refletir sobre as implicações das palavras de Truman que estão inseridas na mentalidade dos políticos da política externa dos EUA de George Kennan que formularam a “doutrina Truman” aos Neocons.

Uma palavra de esperança de Bob Dylan :

“Se Deus estiver do nosso lado, Ele irá parar a próxima guerra”.

***

Tenho um sonho, temos um sonho: criminalizar a guerra, abolir as armas nucleares, destruir os criminosos de guerra no alto cargo, restaurar a “sanidade” na política externa dos EUA …

Levante-se contra os perigos da guerra nuclear.

Espalhe a palavra em toda parte.

Michel Chossudovsky, dia de Hiroshima, 6 de agosto de 2017

Bob Dylan, com Deus no nosso lado

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s