O parlamento do Irão, o Mausoléu do Imam Khomeini estão sob ataque

O Parlamento do Irão (Majlis) e o Mausoléu do fundador da República Islâmica Imam Khomeini na capital, Teerão, foram vítimas de ataques terroristas.

Pelo menos quatro homens armados se infiltraram nas instalações do Majlis, abrindo os guardas de segurança lá. Os assaltantes foram todos mortos pelas forças de segurança após o ataque.

O assalto forçou um bloqueio à legislatura.

Snipers implantados fora do Parlamento iraniano durante um ataque armado, 7 de Junho de 2017 (Por Tasnim)

 

O deputado de Teerão, Elias Hazrati, disse que os assaltantes estavam armados com dois Kalashnikov e uma arma de mão.

De acordo com o legislador Mehdi Kiaee, a situação está sob controle dentro do parlamento, enquanto as forças de segurança estão trabalhando para restaurar a calma lá.

Como visto nas imagens abaixo, as Forças especiais antiterroristas foram implantadas no Majlis.

Tasnim disse em uma atualização que a equipe de resgate de reféns do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC) prendeu dois “terroristas” no Mausoléu Imam Khomeini.

Uma fonte do Ministério do Interior disse que um bombardeiro explodiu no quarto andar do edifício do parlamento, onde ele estava escondido.

Separadamente, Fars disse numa publicação do Twitter que três homens armados atacaram o Mausoléu do Imam Khomeini em Teerão, abrindo fogo em pessoas internas e ferindo alguns deles.

A foto lançada pela Jamaran News mostra o momento de uma explosão na entrada ocidental do Mausoléu do Imam Khomeini, no sul de Teerão, em 7 de Junho de 2017.

 

O relatório disse que um dos assaltantes foi morto, outro explodiu e um terceiro ficou ferido.

Fontes informadas dizem que o colete explosivo de um bombardeiro também foi descoberto e desativado nas proximidades do mausoléu.

A televisão estatal iraniana citou uma fonte do Ministério da Inteligência dizendo que os ataques gémeos em Teerão estavam sendo tratados como incidentes terroristas.

IRNA citou um funcionário do Departamento de Terrorismo do Ministério da Inteligência dizendo que várias equipes terroristas entraram na capital no início do dia.

Uma das equipas terroristas foi criticada antes de conseguir organizar qualquer ataque, enquanto outros dois atacaram o edifício do parlamento e o mausoléu. No santuário, um assaltante foi morto antes de lançar os explosivos, mas outro conseguiu explodir.

Segundo relatos, uma dúzia de pessoas foram mortas nos ataques, enquanto outras 35 ficaram feridas e admitidas no hospital para receberem tratamento.

O grupo terrorista Daesh Takfiri reivindicou a responsabilidade pelos ataques.

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s