O envolvimento de Portugal na NATO

O envolvimento de Portugal na NATO obriga-o a ser genocida na Síria

A falta de conhecimento sobre a origem e evolução da humanidade encaminhou os religiosos investigadores e cientistas a tentarem encontrar uma explicação.
Entre todos estes humanistas preocupados com esta temática foi Zecharia Sitchin aquele que mais se destacou. É autor dos seguintes livros: As guerras de deuses e homens, o 12º Planeta e a Escada para o Céu. Também investigou os mistérios como o dilúvio, o Êxodo, As grandes pirâmides, a guerra de Tróia e o cataclismo da antiga civilização da Suméria que atualmente se chama Iraque.
Parece que os flagelos de então se prolongaram posteriormente com a invasão dos Cruzados e também com a ocupação dos Romanos e mais tarde com as usurpações dos Templários. Além da acumulação destes acontecimentos, os nativos desses territórios lutavam com dificuldades e foram forçados a emigrar para o Império Kazar onde permaneceram vários séculos e usufruíram de importantes meios pecuniários.
Na posse destes recursos, deslocaram-se para zonas mais organizadas onde se estabeleceram no século XVIII.
Nessa ocasião, já era conhecido o Talmude que é a bíblia do judaísmo que foi gerada 2000 anos antes da era cristã. Desse Talmude, resultaram os PROTOCOLOS DOS SABIOS DE SIÃO, que foram editados em 1897 e que é um guia do judaísmo, que considera os cristãos gado humano e de comedores inúteis e seus servos.
Só que os princípios moralistas dos cristãos se impuseram.
Considerando o que atrás foi exposto, temos de concluir que já vem de trás quem nos empurra. Mas, tanto nos empurraram que muitas lutas ocorreram desde então e as reivindicações constantes resultaram na conquista do direito à liberdade de expressão.
Mas alguns sofriam o efeito das lavagens ao cérebro nos écrans. Esses écrans libertam uma torrente de opiáceos naturais que são constituídos por uma estrutura idêntica ao ópio. Estas informações são descritas na página 127 do livro “O INSTITUTO TAVISTOCK” de Daniel Estulin.
Se é verdade que os efeitos nefastos dos écrans são responsáveis pela existência de cidadãos submissos, os quais são conhecidos pela carneirada salazarenta, atualmente elegem os governos da ditadura democrática. Por outro lado, há quem se sinta indignado com toda a podridão da governança conotada com o bilderberguismo e com os donos do mundo que criaram a dívida e sugaram a liquidez.
Esses indignados, são os contestatários que se opõem à governança atual e há a considerar que existem três jornalistas do Diário Económico que denunciaram uma lista de poderosos onde estão incluídos o Agneli da FIAT, o Rei de Espanha, J.P. Morgan, a Dinastia Rothschild, etc. disposta a reconstituir a crise financeira do BES.
Neste contexto, pode-se afirmar que se ergueu uma nova consciência crítica. Ela pronuncia-se não só quanto aos subterfúgios asquerosos com a governação dos Partidos da alternância conspurcados pelos aparelhos repugnantes que são os guias dos seus programas, conforme foi denunciado pelo livro de Vítor Matos sob o título “OS PREDADORES”.
Tem sido esta governação submissa às decisões do club de Bilderberg sobre a obrigatoriedade de cumprir todas as políticas deste clube para todo o Império Ocidental, e submeta os seus membros ao cumprimento da sua orientação, designadamente o envenenamento das populações.
É o caso do opaco e dizimador milho transgénico incluindo a dizimação vinda do comportamento militarista na Africa e a conivência noutros locais. A marinha portuguesa participou recentemente em manobras no mediterrâneo com os países da NATO e com
esse procedimento tornou-se conivente na prática do genocídio. Tacitamente a NATO também está envolvida no tráfego de órgãos retirados ao corpo do povo sírio. Este país ao estar a colaborar nas operações da NATO, tornou-se cúmplice na matança de 400.000 sírios. Além disso, não só Portugal é um país falido que se dá ao luxo de gastar verbas colossais no equipamento de mísseis genocidas como ficará financeiramente mais pobre e enfraquecido, sujeito a ser vendido em leilão. Tanto mais que há a certeza que não ocorre qualquer ameaça de invasão contra Portugal.
Por outro lado, só se sabe que a marinha portuguesa que agora pretende comprar mísseis, esteve em manobras no Mediterrâneo em conjunto com outros países da NATO. Sabe-se que foram disparados 59 mísseis contra um aeroporto importante na Síria e que morreram muitos civis. Dá a impressão que a marinha portuguesa quer agora comprar mísseis, porque os lacaios da governança bilderberguista atual vassalo do Rothschildismo dono do club arrastou este país para adotar a triste figura de colaboracionista para a marinha portuguesa voltar ao mediterrâneo para disparar os mísseis que comprou para atingir alvos na Síria. Deste modo, o Rothschildismo que o livro de Mario Saa, editado em 1925, sob o título “A INVASÃO DOS JUDEUS”, já o assinalava que o Rothschild era o dono de tudo. Incluía a alta Banca, o subsolo mineiro. E gritavam. Fora com os Rothschild. São capazes de tudo – a história demonstra-o – a fim de assegurarem os seus escandalosos privilégios. Acaso não seria prudência desarmar duma vez para o sempre estes perigosos inimigos da paz e da felicidade dos povos.
Percebe-se que quiseram expulsar os Rothschild de Portugal. Mas eles cá permanecem a fazer tudo o que lhes apetece até executarem a dívida e falência da nação portuguesa e apoderarem-se do retângulo lusitano.
Tudo isto acontecerá com o consentimento dos partidos da governação que apregoam a defesa dos princípios humanitários. Não seria mais coerente tornarem-se partidos da
oposição e não serem coniventes na dizimação que os mísseis da marinha portuguesa irão provocar na Síria?

Advertisements

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s