BARBARISMO GLOBAL

Desta vez, pretendemos prestar esclarecimentos abrangentes relacionados com o título deste texto e em simultâneo informar como está organizada a oposição aos monopolistas predadores. Quem são esses

INCANSÁVEIS

que agem constantemente a redigir textos para divulgar tudo o que se passa no Mundo. Não param os seus alertas. Só eles sabem interpretar as suas descobertas relativas às carnificinas. Estudam os acontecimentos para prestar esclarecimentos credíveis graças às convincentes pesquisas cruzadas com fontes fiáveis de informação. São

GUARDIÕES

da verdade e estão motivados a tempo inteiro. Estão disponiveis para intervir na denúncia das falsidades e das falcatruas. Deste modo, estão sempre atentos a tudo o que ocorre no Mundo. São os resistentes que merecem a gratidão. Quem tem a

CONSCIÊNCIA

da gravidade da situação, melhor pode apreciar o valor do seu comportamento. Sem eles não haveria oposição nem informação dos

HOLOCAUSTOS

da dinastia Rothschild, dos seus Reis do petróleo e do terrorismo e suas chacinas sem fim. Pois queimaram vivos com napalm 30 milhões de norte–coreanos, mais do que em Hiroshima e Nagasaki.

Um destes resistentes chama-se David Icke. Na pág. 561 do seu livro “RAÇA HUMANA ERGUE-TE”, está redigido o seguinte: A VERSÃO DO RASCUNHO DA AVALIAÇÃO GLOBAL PARA A BIODIVERSIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS, APELA A UMA REDUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL PARA UM BILIÃO. Ou seja: irá acontecer o fim do Mundo.

O APOCALIPSE

Será o fim da história de

SEIS BILIÕES DE PESSOAS

Assim será concretizado o objectivo dos Illuminatis e da sua quadrilha Rothschildiana. Ou seja, o despovoamento do Mundo. Que será depois povoado por uma nova espécie humana conforme consta na pág. 534 do mesmo livro. Segundo a revista Ecologiste, já existem clones de figuras humanas geneticamente modificadas,

 

CLONES OGM

que irão substituir os seis biliões abatidos.

Os incansáveis atrás referidos é gente como o David Icke, que deu uma conferência no Hotel Altis, em Lisboa, perante cerca de 500 pessoas, durante doze horas com pequenos intervalos, sempre com a mesma vivacidade, sem dar sinais de cansaço.

Todos exercem as suas funções para livrar o Mundo dos Reis do Petróleo e do seu terrorismo nazi na Libia, Síria, Iraque, Yemen, Ucrânia. Esses Reis são os bárbaros da dinastia Rothschild.Acompanhados pelos seus associados que são bárbaros com a mesma vileza.

Os atrás referidos incansáveis são os

LIBERTADORES

e cumpridores das suas funções nos seguintes sites: globalresearch.ca, Left Hook by Dean Henderson, David Icke, William F. Engdahl, Réseau Voltaire, RT, Press TV, Sibel Edmond, Natural Healthy News, PALP, cultodoconhecimento.wordpress.com.

Mas, vale a pena citar Dean Henderson, o

CORAJOSO

que denuncia os luciferianos e mafiosos Rothschild,chefes do crime organizado de Nova York. Em 04/06/2016, o corajoso redigiu um texto sob o título “AS IMPRESSÕES DIGITAIS DA COROA ROTHSCHILD NOS PAPÉIS DO PANAMÁ”. Este texto já traduzido e publicado no nosso site revela a intensidade nos crimes organizados de Nova York contra a humanidade, também descritos no livro “ROTHSCHILD”. Rei de crises e guerras (tira-nos a banca, nações U.E., euros e causa a fome) do autor George Armstrong, sob o título em inglês “ROTHSCHILD MONEY TRUST”. Este livro foi traduzido e resumido pela Frente do Algarve Livre de Transgénicos. O relato que ele contem sobre a abjecção da quadrilha

ROTHSCHILDISTA

sendo que ainda não foram criadas palavras para descrever tanta ferocidade. Esta maldição é:

ARREPIANTE

Também arrepia saber que foram os governantes deste país, Santana Lopes e Sócrates, os mensageiros das exigências do Clube Bilderberg Rothschildiano, pois trouxeram da reunião em Itália, em 2004, as instruções que impôs: a lei 160 que autorizou

O ASSASSINATO

pelo cultivo do venenoso milho transgénico no Ribatejo, Alentejo e Algarve. Todos os governos vassalos do Rothschildismo mundial desde então continuaram a apoiar a matança relacionada com o aumento de cancros até agora ocorridos. Esses cancros são tratados nos hospitais com quimioterapia perante a impunidade dos paliativos da indústria farmacêutica que agrava a

 

MORTALIDADE

segundo um estudo de cientistas americanos revelado por William F. Engdahl. Os governos da colónia portuguesa dominada, são coniventes e leais à vontade do seu dono. Trata-se dum crime contra a vida do povo português de cérebro lavado pela traição da maioria dos jornalistas com excepção dos jornalistas do Diário Económico denunciadores do

CONLUIO

entre os Rothschild e o BES e a governação. Estes jornalistas também revelaram o pedido do governo relativo a um empréstimo à Banca sem liquidez, mas, as migalhas emprestadas vinham do dinheiro que o Rothschildismo roubou à Banca, tiveram de emprestar aquelas migalhas para manter a Banca com as portas abertas. A Banca resistiu, ainda que essas migalhas emprestadas viessem do dinheiro que foi roubado à Banca. Toda esta roubalheira aconteceu enquanto os ladrões ficaram na posição confortável de credores do dinheiro roubado com direito a cobrar juros sobre o dinheiro roubado à Banca. Porém, os governos

ENFEUDADOS

ao ladrão, obrigam a Banca a pagar a dívida proveniente da dívida de dinheiro que lhe foi roubado. Só porque os governos

VASSALOS

da colónia Rothschildista está autorizada a roubar o que lhe apetece. Mas se o guia criado pelo Rothschildismo relativo ao Protocolo Nº 2 dos Sábios de Sião, exige: “Não devemos parar o suborno, a falsidade e a traição sempre que se trate de atingir os nossos fins. Na política devemos saber de como nos apoderar da propriedade dos outros sem hesitação”. Esta retórica do suborno indica que os governos vassalos da colónia vivem muito felizes e com todas as regalias e compensações constantes em regime de subornados, uma vez que os governos obrigam a Banca a pagar a dívida de dinheiro roubado. Roubaram tanto que até se pode depreender que Portugal nada deve. Parece ou não parece evidente que os governos ao exigirem pagamento de dívida inexistente confirma ou não confirma que o

SUBORNO FOI RECEBIDO?

Qualquer ingénuo compreende que o suborno se tornou numa instituição vantajosa, apetecível e dominante na política lusa. Se lerem o relatório da revista “PUBLICA” sobre a reunião do Club de Bilderberg, em 1999, em Sintra, com a presença do bilderberguista Jorge Sampaio em compadrio com o 1º ministro António Costa, outro bilderberguista, ambos relacionados na sua sociedade de advogados, encontrará nesse relatório outro indício de corrupção e suborno assim redigido: “AS EMPRESAS PAGAM FORTUNAS PARA OBTER AS LEIS MAIS FAVORÁVEIS”.

Nesse relatório não existe protesto dos portugueses presentes e assim ficou clara a implícita adesão às pretensões do Shapiro, líder da Monsanto, que afirma que irá possuir 100% das sementes da Humanidade, numa longa abordagem, para se apoderar das sementes destinadas a envenenar e assassinar a humanidade. Assim, começou em Sintra o

 

COLABORACIONISMO

da governança na conquista do paraíso do cultivo do milho assassino em Portugal, pois obteve a sua autorização com a lei mais favorável, que adquiriu com a fortuna que pagou pela lei 160 que tem matado o povo português nos hospitais, seguido dum orquestrado

FLAGELO

com cancros que o Rothschildismo Bilderberguista pagou para Portugal ser mais uma nação sofredora, sujeita às consequências das semelhantes carnificinas e terrorismo que devoraram a Líbia, arrasaram a Somália e destroem a SÍria.

O colaboracionismo foi recorrente e gerou a burla que começou em 1913 quando a quadrilha Rothschildista se apoderou do Federal Reserve System. Desde então, financiou os três beligerantes com biliões de dólares fabricados com ar, papel e tinta, segundo informa David Icke, Engdahl, o Prof. Jubilado Michel Chossudovsky e Dean Henderson. Todos eles apoiam quem criou as condições para impedir a terceira guerra mundial e a devastação na Europa ao organizar um exército de tecnologia electrónica que o tornou invulnerável, segundo revelações recentes de Engdahl. Contudo, o povo não deixa de estar em

PERIGO DE VIDA

se chegarem cá as explosões com fogo nos poços de água potável com queimados e paralíticos existentes no Texas e Dakota do Norte. Estas ameaças exigem o recurso aos meios adequados à legítima defesa, porque a vida continua a estar em perigo, até porque os

CHEMSTRAILS

que envenenam o ar são outro perigo que contamina as culturas com metais pesados nocivos à vida humana.

O presidente Junker da U.E. pertence à chacinadora GLADIO, que são os exércitos secretos da NATO, ou seja, ele está presente em todos os locais onde há massacres. Mas, irá continuar a ameaça à vida pelo Bilderberguismo governamental. Além dos CHEMSTRAILS estão planeados múltiplos

ASSALTOS À VIDA

sendo que além do fim do Mundo do Apocalipse pela ONU, o patentear da vida humana é outro meio de

 

 

EXTINGUIR A VIDA

A parceria dizimadora dos E.U.A. e da U.E. ao patentear a vida humana, a raça humana passou a pertencer a quem a patenteou.

 

O TALMUDISMO

parente do sionismo, também já afirmou que a vida da raça dos comedores inúteis lhes pertence.

Os malfeitores Atlantistas e Europeístas dispõe do direito de propriedade intelectual para

PILHAR AS SEMENTES

E punição penal prende os agricultores, tiram todos os bens e dinheiro se melhorarem a produtividade das suas sementes.

A U.E. nazi proibiu semear e outro ataque à vida vem da OMC ao negar ao povo o direito de saber o que come. O documento denunciador do patentear foi publicado pela associação GRAINS no GLOBAL RESEARCH.CA em 18/11/2014 que acusa haver planos para dizimar os agricultores. Essa dizimação aconteceu na Arménia e Líbia e passou para a Síria, Iraque, Iemen, Ucrânia e Gaza.

Para aumentar o cerco aos agricultores, foi criada a UPOV (União para a Protecção de Vegetais) com sede em Genebra, com direito de patentes e vinculada em acordos comerciais, que proíbe os agricultores de guardar, trocar, vender ou modificar sementes, incluindo as suas. A proibição a essa modificação impede os agricultores de melhorar as suas sementes e de cumprir a sua missão de produzir alimentos saudáveis que garantam a subsistência e a vida.

Estalou a indignação e uma rebelião contra a UPOV e à malvadez de patentear a vida, aos direitos de propriedade intelectual e à privatização das sementes nos países africanos e restantes países do Terceiro Mundo enquanto que no rectângulo lusitano nada se sabe sobre a existência do patentear da vida e da UPOV à qual a governança lusa aderiu e foi garantido o cumprimento das instruções da U.E. contra todo este

GANGSTERISMO

destinado a perseguir os agricultores portugueses que insistem em semear para colher e desobedecer aos vândalos e carrascos de cá que querem matar os portugueses à fome e envenena-los com milho transgénico cultivado cá, enquanto a Hungria o incendiou e a Rússia o proibiu. Contudo,

O LUCIFERISMO

Rothschildista determinou que a sua ganância e ferocidade estimulam as suas emoções e alimentam-se do sofrimento relativos aos seus assassinatos que o cultivo do venenoso milho transgénico faz em Portugal.

 

COMENTÁRIOS:

ACORDEM CARNEIRADA

Este grito vem dos tempos da ditadura da era salazarista que resvalou para a Ditadura democrática subjugada à fraudulenta U.E. que lhe pilhou a soberania. Essa U.E. dispõe dum Parlamento obsoleto, porque segundo Andrew Gavin Marshal informa na pág. 268 do livro “GLOBAL ECONOMIC CRISIS” um memorando datado de 26/07/1950 deu instruções ao General William J. Donovan da CIA para que fundou o Parlamento Europeu que continua vigiado pela dita CIA, com o qual os eurodeputados convivem com o benefício do seu salário. Mas, a U.E. passou a SUPERESTADO EUROPEU estipulado pelo TRATADO DE LISBOA e como todos os outros o rectângulo só é estado membro e passou a ser uma simples província e os impérios dominantes transformou-o em colónia ou protectorado conforme as conveniências. Nestas condições, o governo português convém-lhe fingir que não sabe o que se passa e opta viver da aparência, apoiar-se no embuste e artifício, promovendo eleições como se a nação não tivesse passado a ser uma província, colónia ou protectorado, sem estatuto ou constituição, substituída pelo TRATADO DE LISBOA. Observa-se um fingido desconhecimento da realidade.

Neste contexto, o aparato e a retórica parlamentar fornece a encenação para a mentira parecer verdadeira e assim esconder a dita realidade. Mas, a estatística confirma a quebra da produção, o que se irá reflectir no agravamento da situação financeira da Banca, não sendo de excluir que um colapso possa surgir e acontecer um leilão sem precedentes.

Por outro lado, desconhece-se quem beneficiou de empréstimos suspeitos de montantes consideráveis na Caixa Geral de Depósitos em situação financeira crítica. Se já se admite a sua privatização, não será que o Rotchildismo está à espreita, incluindo possuir o património da província?

Terá sido ele que fabricou o colapso?

A resposta a esta pergunta encontra-se na 1ª página do livro resumido do autor E.C. KNUTH, intitulado “THE EMPIRE OF THE CITY” ao esclarecer que é nessa mesma THE CITY comandada pelo Rothschildismo se afirma: nenhum incidente ocorre em qualquer parte do Mundo sem a sua participação.

Deste modo, só se pode deduzir que todos os acontecimentos financeiros incluindo os empréstimos suspeitos e situação crítica da CGD tiveram a participação do ROTHSCHILDISMO.

 

Site: http://www.cultodoconhecimento.wordpress.com

email: cultodoconhecimento@gmail.com

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s