Invasão da Alemanha por refugiados subornados pelo SOROS

A última denúncia desta Associação revelou as particularidades de Portugal ter sido roubado e entalado pelas extensas garras do polvo comandado pela dinastia Rothschild.

Desta vez, resolveu redigir um resumo dos detalhes quanto ao ganguesterismo que organizou a invasão da Alemanha por um milhão e duzentos mil refugiados que foram atraídos pelo pagamento de uma verba exorbitante de muitos milhões de euros. Também vem reforçar que a dinastia Rothschild se encontra reforçada por uma quadrilha de personagens maçónicas relacionadas com muitos milhões de illuminatis que são luciferianos e bilderberguistas. Quem proporcionou estas informações foi o Sr. Anders, representante da organização New.Euro-Med.DK. Devemos a ele todo o conhecimento do vandalismo que se segue: Foi Soros, associado da dinastia Rothschild que foi autor da invasão dos refugiados na Alemanha atrás mencionada. Consta que foram pagos aos refugiados 8.000 euros a cada um.

Na sequência destes acontecimentos, a senhora Merkel ao surgir numa fotografia do texto com o sinal 666 do Anticristo, o que confirma que ela pertence à maçonaria Luciferiana além disso recebeu a medalha de ouro da sinistra organização maçónica B’NAI BRIT. Há ainda outra fotografia no texto que a acusa de estar a destruir a Europa.

Conclui-se que a senhora Merkel faz parte da mesma quadrilha de malfeitores.

Soros montou o sarilho e ela aderiu a ele porque um e outro são paus mandados do atlantismo Rothschildiano e fieis ao comando dos Illuminatis para criar o caos mundial afim de prevalecer a escravatura e a ditadura duma nova ordem mundial e um governo único.

Está incluído no nosso resumo uma variedade importante de entidades e instituições e todos desempenham o papel de marionetas aliadas ao espectro político de domínio total imposto pela dinastia Rothschild. Faz parte desta engrenagem a irmandade muçulmana, também envolvida na ruína das nações da Europa, na roubalheira dos seus activos e no esgotamento dos seus meios financeiros. Criam assim nações falhadas.Com esse pretexto serão comprados em leilão os bens que restam a preços ridículos. Irão reflectir os esquemas da bancarrota de 29, ocorrida nos Estados Unidos, quando as corporações da Dinastia Rothschild adquiriram 21.000 bancos por um dólar cada um, segundo foi confirmado no livro “THE GLOBAL ECONOMY CRISIS” do professor Michael Chossudovsky.

Se neste caso os beneficiários foram as corporações pertencentes à dinastia Rothschild, o seu mercenário Soros não lhe fica atrás quando especula nas bolsas contra o rubro e o yuan.

Estamos a enfrentar quem cria todos os males no mundo. Ora, deviam ser julgados, não só como autores dos piores delitos económicos e financeiros, mas também como criminosos de guerras eternas, iniciadas há mais de 250 anos. Porém, como os tribunais internacionais lhes pertencem, os juízes são as suas marionetas e não se esgota a sua protecção.

Como querem abater a população do planeta e eliminar a Rússia que está a provar na Síria a sua capacidade dissuasora, há o risco dos malfeitores concretizarem a sua ameaça e desencadear a guerra nuclear, mesmo correndo o risco de eliminação de vida no Planeta, pois os vampiros construíram com considerável antecedência os bunkers confortáveis, e serem os únicos a poderem sobreviver e só regressam à superfície depois da radioactividade extinguir e ficarem a ser os únicos donos do planeta, apenas povoado por clones que eles criaram a serem seus escravos.

Na parte final do texto, a oligarquia foi espalhada em vários centros de conspiração, encontram-se em vários locais, entre eles o FED que governou os E.U.A. em nome da Wall Street e Washington D.C. é uma das sedes dos vampiros; mas o principal é CITY OF LONDON que comanda todos os males do mundo e é nesta associação criminosa de malfeitores que é organizado o enredo o qual determina que a governação da Alemanha funciona sob subjugação do conselho de relações exteriores possuído pela dinastia Rothschild. Incomodado por este feroz complot, o vice-chanceler do parlamento alemão, Sr. Siegman Gabriel afirmou que na Alemanha não há nenhum governo, ela é apenas uma ONG e a Sra. Merkel é uma mulher de recados. Conclui-se que a Alemanha nunca foi uma nação. Pode-se pois afirmar que ela funciona sob a maquinação de um embuste que a Sra. Merkel conhecia. Ela ao conviver com a fraude tornou-se conivente. Em vez de ser julgada pelo crime de burla exerce toda a sua conivência para a Alemanha, em conformidade com as instruções que atravessam o Atlântico e/ou o Canal da Mancha para servir os seus interesses e instalar o caos no país relacionado com a invasão dos refugiados. Os autores das instruções sabiam que ela interiorizava a sua aprendizagem relacionada com a sua fotografia do texto que a apresenta a fazer o sinal 666 luciferiano. Com estas tendências, a senhora dos recados só pode estar motivada a praticar actos repugnantes contrários ao bem-estar do país para agradar aos seus camaradas. Por outro lado, há a considerar o seguinte: são os tecnocratas da sociedade secreta Tavola Redonda que decretam as directivas. A decisão genocida da sua proibição é um exemplo convincente de um acto criminoso repugnante. A referida sociedade secreta é filha da sua congénere, os illuminatis, fundada por Weishaut que é uma marioneta da dinastia Rothschild. Há pois uma semelhança entre a fraudulência da U.E. e o comportamento da Sra. Merkel e do especulador Soros associado dos Rothschild que organizaram a invasão dos refugiados na Alemanha. É evidente que os autores são sempre os mesmos e a orquestração das intervenções é sempre repetida.

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s