A Globalização da Vigarice

por: FRENTE DO ALGARVE LIVRE DE TRANSGÉNICOS

 Nesta associação existe o site www.cultodoconhecimento.wordpress.com que se dedica a informar os seus visitantes quanto à persistência do terrorismo do Estado Islâmico relacionado com o banditismo da globalização, associado aos facínoras do Programa GLADIO, que são os exércitos secretos da NATO com missão de criar problemas à Rússia. Estes assassinos estão infiltrados na Síria, segundo a ativista Sibel Edmond.

Em conformidade com o conhecido investigador Dean Henderson, os nomes das feras e reis dos infernos são os Rothschild, que estão ligados à mafia do crime organizado de Nova Iorque. São igualmente os autores de um historial monumental de falsidades, traições e vigarices. Além disso, fomentam crises e guerras sem fim, iniciadas no século XVIII, quando a sociedade secreta Illuminatis foi fundada.

A partir de então os três beligerantes foram financiados com dólares, imprimidos com papel, ar e tinta, graças ao fabricado presidente Woodrow Wilson que fundou o FED [Federal Reserve System], em 23-12-1913. Foi a denúncia do congressista do tesouro, Mac Fadden, que acusou os burlões do FED de terem enchido barcos com dólares. É óbvio que foi o FED que financiou as combinadas guerras mundiais na Europa. Quanto a Mac Fadden, acabaria por ser envenenado num jantar.

Esta associação age com regularidade, e intensamente, na recolha de informações, em benefício dos visitantes, que se encontram disponíveis em vários sites, sobretudo no mais fiável, e que é visitado diariamente por milhões de pessoas: www.globalresearch.ca, que apoia o presidente russo, V. Putin.

O historial de falsidades, traições e vigarices a nível global, despoletou o interesse desta associação ao descrever um historial semelhante e abundante do passado e do presente deste país, como se segue:

 

NA SANGRENTA ERA SALAZARENTA

HOUVE TORTURADOS PELA PIDE VIOLENTA

RESISTIRAM ÀS AMEAÇAS DA MORTE LENTA

JUÍZES-VIS ACUSAM COM MENTIRAS DE QUEM INVENTA

 

OPÕE-SE ADVOGADO HONESTO E BEM ARGUMENTA

AMORDAÇADOS DIREITOS DE CIDADANIA TUDO REBENTA

POLÍTICA DE PARASITAS CRIA MISÉRIA NOJENTA

ENGENHARIA ROUBOU MILHÕES E PARAÍSO DE LADRÕES APOQUENTA

 

SALÁRIOS CHORUDOS DO PRESIDENTE É REGALIA FEDORENTA

ROUBA PÃO A CRIANÇA FAMINTAS E REVOLTA AUMENTA

ROI MÁRTIR EM LONGA PRISÃO POR SENTENÇA NAZI CINZENTA

FALTA ZURZIR OS REIS DOS INFERNOS SENÃO O PLANETA NÃO AGUENTA

Nem este retângulo aguenta, pois Portugal foi desintegrado ao passar a ser uma província macilenta e vassala, como um cadáver candidato a protetorado ou a colónia, o que desorienta o povo, que passou a ser lacaio, segundo estipulou o Tratado de Lisboa que tudo inventa e importou da fraudulenta União Europeia (U.E), devido à sua genocida proibição de semear que nos rebenta.

O nojo também vem da U.E e do seu comité dos tecnocratas da sociedade secreta Távola Redonda, que decretou as diretivas cruentas e da sua vandalização, ao legislar desta vez a obrigar a banca avarenta a ser sedenta, para roubar os depósitos de quem os sustenta, a partir de 2016.

Mais, o Tratado TTIP/TAFTA: dos Estados Unidos e da União Europeia, porque é agoirento, quer matar lacaios com a ementa do veneno e sua química nociva e ferrugenta, que aumenta a fortuna dos gabirus e ornamenta os palácios dos predadores e vendilhões do templo da água benta. Entretanto, escondeu aos lacaios o que se passa, para eles não recusarem votar.

Neste embuste, os herdeiros dos cristãos-novos, denunciados no livro “A Invasão dos Judeus”, de Mário de Sá (1925), tornaram-se maçons e políticos, e os seus descendentes continuaram a dirigir a província como se ela ainda fosse uma nação, fiel à U.E, e nada tivesse acontecido.

Só que um embuste semelhante aconteceu na crise de 29, quando a nação americana foi comprada em leilão, pelas corporações possuídas pela dinastia Rothschild, e foi registada no Congresso sob o número H.J.R.192., enquanto os congressistas passaram a ser os seus fiéis depositários, conforme consta na pág. 23 do livro “Alice no País das Maravilhas”, de David Icke. Omitiram ao povo americano o que aconteceu para que este se mantivesse servil e resignado, a fim de votar e contribuir para a continuidade dos governos.

Na já referida pág.23 daquele livro, é relatado que Portugal também entrou na bancarrota, tal como aconteceu noutras nações da Europa. Contudo só se sabe que por cá foram repetidas as eleições, à semelhança do que ocorreu nos Estado Unidos, onde foram vendidos 21 mil bancos falidos, por 1 dólar cada um, às corporações rothschildianas, enquanto os bancos falidos na Europa passaram a ser possuídos pelos associados da sociedade secreta Illuminatis.

Neste contexto, não espanta que o embuste da política portuguesa tenha sido apagado pelo artifício conveniente dos políticos da patifaria, que o jornalista Vítor Matos denuncia no seu livro “OS PREDADORES”.

Os predadores de cá estão relacionados com os padrinhos de Washington D.C.

Esta circunstância indicia que neste retângulo encantador sempre se refletiu a política do império britânico que dominou a China e massacrou as suas populações, e não só. Na terra Lusa cresceu a figura do Afonso Henriques, que se destacou na chacina de Santarém e de Silves. Mas as zonas de Ormuz e das Índias foram, por sua vez, devastadas pelos Afonsos de Albuquerques.

Estes factos foram desvendados no livro da História de Portugal de Oliveira Martins, e no livro d’”As Grandes Companhias das Índias Orientais”, de Michel Morineau.

Deduz-se que no nosso território sempre existiram figuras treinadas na prática da malvadez. Como este se situa na parte mais Ocidental da Europa, e muito mais Ocidental quando existe a Base das Lages, nos Açores, que o aproxima ao país mais belicista do mundo, ou seja, Estados Unidos da América, acaba por ser favorecido na centralização da correia de transmissão entre os reis da violência, que convém aos reis dos infernos para instalar esse mesmo inferno aqui na Europa, e o pretexto para bombardear a Síria.

Esse inferno na Europa, que surge agora em Paris, foi montado pelo chacinador Hollande, para atribuir ao Estado Islâmico – que ele também criou – a chacina em Paris. Entretanto, resultou desta falsificação da verdade a deslocação do porta-aviões General de Gualle para bombardear a Síria e enfraquece-la, usando o subterfúgio do seu Estado Islâmico.

Voltando aos chacinadores do passado, Afonso Henriques e Afonsos Albuquerques, também são denunciados na Torre do Tombo os chacinadores do presente, em declarações do cidadão Anibal Cavaco Silva, aquando da sua adesão à PIDE, em sintonia com o seu amigo Pai Bush, que esteve presente na sua posse, e que foi diretor da CIA e prendeu Noriega, também da CIA, porque se recusou a continuar ligado ao tráfico de droga, tendo sido condenado a 40 anos de prisão.

A chacina não acabou pois Portugal entrou na 1ª Guerra Mundial, que resultou em muitos milhares de mortos e gaseados, devido ao lunático Afonso Costa, descendente dos cristãos-novos que se tornaram políticos e maçons e agora parasitam o bilderberguismo rothschildiano que foi denunciado no Correio da Manhã de 22-9-14, a revelar a rota do dinheiro do BES onde intervém o Banco Privado de Edmond Rothschild no Luxemburgo.

A este respeito, os jornalistas Filipe Garcia, Helena Cristina Coelho e António Sarmento do Diário Económico elaboraram um texto em 19/6/14 sobre o BES e a sua dependência financeira relacionada com a família Rothschild e seus associados, em que Manuel Ricardo foi financiado por David Rothschild e o grupo BES recebeu apoios da família Agnelli do Império FIAT, do J.P Morgan, do Royal Bank of Canada e do próprio Juan Carlos e Rockefeller.

Curiosamente, o atual presidente da comissão da U.E foi presidente do governo do atrás mencionado Luxemburgo, deduzindo-se que há indícios de valores entendidos. Deste modo, é previsível que o povo europeu esteja entregue à bicharada que a austeridade legalizou. O pior é que as ameaças não param, pois foi decretado pela OMC que o povo não tem o direito de exigir saber o que come.

A esta barbaridade seguiu-se o tratado TTIP ou TAFT legislado pelos EUA e U.E, que impõe o aumento do lucro pelo aumento do consumo de mixórdia barata, lucrativa e letal para favorecer ainda mais as empresas gigantes. Este terror monstruoso foi planeado pelas sociedades secretas ILLUMINATI e TAVOLA REDONDA que operam na U.E e pretendem estabelecer a NOVA ORDEM MUNDIAL através duma multiplicidade de meios ligados ao seu plano do ESPECTRO DE DOMÍNIO TOTAL que foi denunciado pelo professor de economia F. William Endgahl no seu livro com o nome do plano.

Estes sinais políticos de domínio, foram também organizados no território português pelos cerca de 50 membros do Clube de Bilderberg fiéis ao cumprimento das suas decisões quanto ao militarismo da NATO, às vacinas, aos transgénicos, às pneumonias e à quimioterapia que mata nos hospitais. Este é o retângulo da triste sina onde já não se constata o antigo voluntariado da virtuosidade da advocacia quando visitavam os presos políticos e os defendiam nos tribunais plenários.

Agora, a advocacia emudeceu e não acusa quem é responsável por uma epidemia de doenças cancerosas, fatais, que ocorrem nos hospitais devido à ingestão de produtos contaminados pelo milho transgénico que está semeado sobretudo no Ribatejo e Alentejo.

Em Lisboa, tem sido divulgada a existência de dezenas de sociedades de advogados, que consta que colaboram na redação das Leis do Governo português. Deduz-se que o Governo português está dependente dessas sociedades de advogados que lhes redigem as leis, que são depois aprovadas pelo dito Governo.

Um dos aderentes desta associação sabe que existe entre essas sociedades uma das mais importantes. Além disso, o advogado que dirige esta sociedade é reconhecido como defensor do bem-estar do povo, neste contexto, apela ao uso dos seus meios jurídicos para o socorrer, uma vez que o povo está na miséria, só e desamparado. E está a ser alvo das piores ameaças à sua saúde, devido às ameaças tenebrosas dos insaciáveis da City of London. Foi aqui que a vida do povo foi patenteada e os depósitos das poupanças dos agricultores confiscados.

Por outro lado, irradia a barbárie montada pelos seus paus mandados que povoam os EUA e a fraudulenta UE, cujo Parlamento Europeu foi fundado pelo general William Donovan da CIA, nos anos 50, e pela CIA continua vigiada. Assim, o Parlamento tornou-se obsoleto, segundo o livro de Peter Dale Scott, “A MÁQUINA DE GUERRA AMERICANA”.

Como se observa, este Mundo está cada vez mais perigoso e faz falta ajudar quem tem o fígado e os rins destruídos, porque foram atingidos pelo herbicida glisofato da MONSANTO. Mais ainda: as vacinas com células cancerosas, e o SQUALENE incluído, concorreram para que os soldados norte-americanos e veteranos da Guerra do Golfo contraíssem uma doença auto-imune. Morreram milhares desses soldados e outros tantos ficaram paralíticos, durante e após a invasão do Iraque.

Também o ASPARTAME, que é um adoçante, provoca cancro no cérebro. Além disso, existe a E.COLI que, segundo a revista científica NATURAL NEWS, causou muitas mortes que só um antibiótico concentrado macrobiótico pode evitar. Surgiu também a RITALINA, que equivale à cocaína e é receitada pelos médicos para acalmar crianças hiperactivas.

Convém esclarecer que o livro “PORTUGAL ROUBADO E NO LIXO”, refere uma quantidade considerável de venenos, que a escumalha do império Ocidental montou para provocar as doenças e ansiedade das populações, que ficam afetadas por um permanente sobressalto, porque lhes eliminaram a esperança de vida e sobrevivência. A narrativa desse livro inclui a sabedoria de cerca de 400 livros da História Escondida que esta associação documentarista adquiriu e documentaram os rodapés daquele livro e a poesia sarcástica concebida pelo seu autor.

Outra catástrofe veio do apocalíptico programa HAARP, causador do violento tsunami no Japão que matou muitos milhares de japoneses, e muitos outros ficaram radioativos, sendo que os consumidores macrobióticos em Portugal estão a usar os seus cereais contraídos e os vegetais expandidos, para assegurar a complementaridade necessária à prevenção e cura de doenças.

O citado aderente desta associação, Jacinto Rosa Vieira, ajudou, há cerca de 50 anos, a montar três restaurantes, bem como a produção de arroz integral biológico e leguminosas, em Almoster, onde foi iniciada a agricultura biológica no nosso País.

Ensinou a curar doentes com cancro e livrou da hemodiálise o Samuel, de Portimão, e outros residentes em Lagos, de operações ao coração – curados em três semanas por esta alimentação. Houve uma doente com cancro, curada, que rejeitou a quimioterapia, que mata, recorrendo à alimentação macrobiótica, enganando os médicos que só lhe garantiam um mês de vida.

Os hospitais usam paliativos, com efeitos colaterais nocivos, para esconder temporariamente os sintomas, enquanto a filosofia e ciência macrobióticas, determinam a causa das doenças, aplicando o s 12 Teoremas baseados no estudo dos fenómenos da natureza, relacionados com a contração e expansão das galáxias, que se repercutem em todos os nossos órgãos, contraídos e expandidos, o que é explicado minuciosamente na Teoria dos Cinco Elementos.

Deduz-se, portanto, que quem recorre aos hospitais e à medicina controlada pela indústria farmacêutica fica sujeito a ser explorado pelos abutres, e compromete a sua existência.

Infelizmente, o grande produtor de filmes, em oposição à ditadura salazarenta, JOSÉ FONSECA E COSTA, na esperança de resolver os seus problemas de saúde não se apercebeu que o fascínio dos ecrãs ridicularizava quem se rege pela estabilidade do reino vegetal, e um mal-entendido aconteceu. O dito aderente, por razões de força maior, só agora pôde transmitir a mensagem de condolências a toda a sua família e alertá-la para evitar os hospitais e recorrer à prevenção com recurso à alimentação saudável, alternativamente, criando o interesse pela leitura de um livro precioso de quem cura cancros sob o título: “Os Alimentos Também Curam”, da autoria de Francisco Varatojo, conselheiro de alimentação macrobiótica no Instituto Macrobiótico de Portugal (IMT), com sede em Lisboa na Rua Anchieta, que é o mais importante do mundo, onde decorrem seminários internacionais e o único disponível para ensinar a ciência e filosofia macrobióticas.

Se entenderem que devem agir juridicamente relativamente às ameaças à soberania deste país, que estão implícitas neste texto, é uma decisão que cabe ao dirigente dessa sociedade de advogados que, com outros dois contestatários, sofreu na prisão da PIDE.

As manifestações da repressão foram intensificadas com a intervenção dos facínoras do exército secreto da NATO chamado GLADIO.

Foi Daniel Ganser que revelou, no seu livro “LES ARMÉS SECRÈTS DE NATO”, que foi a GLADIO, acompanhada pela PIDE, que assassinou Humberto Delgado, e os dirigentes da oposição, nas colónias portuguesas. Este livro também informa que Salazar enviou comandos militares para a Bélgica e Itália para massacrar muitas dezenas de belgas e italianos.

 

Advertisements

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s