– Profetizar Cem anos – (Recomenda-se)

– Profetizar Cem anos – (em S. Brás d’Alportel)

Começo por citar o livro “CEM ANOS DE MENTIRAS” imensamente esclarecedora é a sua 1ª metade sobre múltiplos venenos que o ser humano armazena no seu corpo enquanto a metade restante informa que a alimentação macrobiotica e outras semelhantes purificam o corpo. Este facto suscita a pergunta: Haverá futuro nos próximos cem anos? Uma vez que as pessoas só confiam na medicina dos paliativos com efeitos secundários e que só suspendem os avisos do mal e não tratam das causas! E num projecto de avaliação para a biodiversidade, a ONU propõe uma redução da população Mundial para um bilião de pessoas, concluindo-se que vão ser abatidas 6 biliões de cidadãos aos actuais 7 biliões, haverá futuro? Esta informação consta na página 561 do livro “RAÇA HUMANA ERGUE-TE” de David Icke e a página 534 menciona que foi criada uma “nova especie humana” geneticamente modificada (robots), para substituir os 6 biliões que a ONU quer abater. Será que os sambrazenses são tão ageis que conseguem fugir a este exterminio?

Durante os últimos cem anos muitos sambrazenses não só não conseguiram fugir ao extermínio da 1ª guerra mundial como os que restaram, chegaram gaseados e zombies. Esta guerra foi planeada a partir da tramoia do Federal Reserve System que foi fundado em 23-12-1913 por um Presidente fantoche, Woodrow Wilson, fiel aos bancos da camarilha Rothschilds e seus associados aos quais, o Federal foi entregue. Seguidamente, encheram barcos com dólares fabricados com papel e tinta que entregaram aos três beligerantes para iniciarem guerras combinadas e financiadas sendo que a camarilha teve como chefe da dinastia, o atrás referido histórico de alto calibre, rei de crises e guerras, altamente lucrativas desde o século dezoito. Não admira que conste que tenha cobrado pelos seus negocios da guerra de 14, 150 biliões de dólares. E que tenha comprado em leilão 21.000 bancos falidos por um dólar cada um.

Falta acusar o Presidente da Républica de Portugal que sacrificou os portugueses na referida 1ª Guerra Mundial. Esse Presidente chamava-se Afonso Costa. Portugal declarou guerra e abriu as hostalidades contra a Alemanha porquê. Não é fácil encontrar uma explicação. Só se sabe que a dinastia Rothschild domina o Banco da Inglaterra, situado em 677 hectares na conhecida “City of London” com 5.000 residentes no Templo da Coroa, que é governado pelo comité dos doze homens representantes dos bancos que governam o estado soberano independente situado no espaço acima referido. É sabido que a força mais poderosa se concentra nas mãos da dinasta Rothschild que se sobrepõe aos poderes da Rainha que só pode entrar naquela àrea se lhe for permitido pelo Lord Mayor.

Ora, a dinastia Rothschild domina a U.E.. Todos os governos da Europa são e sempre foram seus fantoches. O livro “INVASÃO DOS JUDEUS” de Mario Saa, publicado em 1925, cita os Rothschild várias vezes e também o poeta Guerra Junqueiro e lhe dedica a seguinte quadra na página 95 no seu livro “A VELHICE DO PADRE ETERNO”:

Tu podes ver, ó filho de Maria

O teu vigário Humilde

Conversando na bolsa em fundos da Turquia

Com o Barão Rothschild

Deste modo, confirma-se a influência dos Rothschild em Portugal, sobretudo em Lisboa onde tem, desde longa data, um Palácio no Lumiar, que já serviu para um deles se refugiar, depois duma complicada fuga devido à acusação do governo francês o ter considerado culpado como conivente na preparação da 2ª guerra Mundial. Também um outro Rothschild foi perseguido pela Justiça portuguesa pela fuga ao fisco e lavagem de dinheiro numa sua casa bancária na Praça Principe Real em Lisboa.

Dado que é a dinastia Rothschild que controla a partir da “City of London”, que dirige a Inglaterra e a maior parte do Planeta, também é um dos muitos criminosos de guerra do Reino Unido que recrutou terroristas na Líbia e agora no Médio Oriente.

Portugal mantem há séculos uma velha aliança com o ninho de víboras existente no império colonialista dirigido pela tirania de Cecil Rhodes, fundador da sociedade secreta Távola Redonda. Apesar de todo este envolvimento, jamais se pode justificar que Afonso Costa tivesse entrado na 1ª Guerra contra a Alemanha, iniciada em 1914, porque a dinastia Rothschild que financiou essa guerra combinada para aproveitar a oportunidade para ele melhorar a implantação do sionismo em Israel que tinha sido decidida no Congresso Judaico em Basileia, no ano de 1897.

Será que Afonso Costa soube que a guerra de 14 era financiada pelo barão Rothschild, tão badalado pelo poeta Guerra Junqueiro e também em Lisboa e perante tal circunstância, sentiu-se tão bem encostado ao poderoso Rothschild que resolveu adulá-lo e ceder às suas exigências, entrando na guerra. Só que os custos da guerra desgastou e tanto enfraqueceu este país que se tornou numa nação falhada. O mesmo aconteceu à América que entrou na bancarrota de 29 e foi comprada pelos donos do Mundo em leilão. Tal operação foi registada no Congresso em nome das suas corporações, enquanto o governo federal foi dissolvido no maior secretismo e o povo nada soube. O registo HJR192,73 garante a sua posse uma vez que os congressitas são seus fieis depositários.

Um cenário igual de bancarrota e de secretismo também aconteceu na Europa: Alemanha, Itália, Espanha, Portugal e outros e o povo também ficou sem nada saber. (Isto parece ter coincidido com a falência do Banco do Sancho em S. B. Alportel, que estava instalado no actual Museu). Todos os detalhes da bancarrota da Europa foram divulgados na página 23, 24, 25 no livro “ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS E O DESASTRE NO CENTRO DE COMÉRCIO MUNDIAL (Porquê a história oficial é uma mentira monumental)” de David Icke.

Voltando ao caso consumado da guerra de 14 resultante de um presidente obstinado e vaidoso, falta completar o seguinte: Se não havia ameaça nas fronteiras portuguesas a deslocação de tropas para a guerra de 14, desguarneceu as fronteiras com a Espanha e este perigo juntou-se ao das colónias portuguesas que correram riscos. Além disso, ele desprezou as repercussões do seu disparate que agravou as dificuldades financeiras aos portugueses.

Nessa ocasião, valeu-nos o maléfico ditador Sidonio Pais, que estancou o envio de tropas para a guerra, o que provou a inutilidade e estupidez da mesma.

Se nos últimos cem anos, o povo de S. Brás de Alportel sofreu as consequências de politicas incoerentes e os imparáveis ataques da dinastia Rothschild, a roubar o Mundo e a fomentar guerras sem fim, não fazem parte dos seus roubos usuais métodos destinados a despoletar novas vagas e faltas de liquidez nos Bancos idênticas àquelas de 2007/8 quando os Bancos ficaram secos? Estes novos métodos, não se destinam a aterrorizar o povo cansado e aguentará viver amargurado com o agravamento da austeridade? Não se observa que pioram as condições que comprometem o futuro do Planeta? Saberão os sambrazenses que foram os comités constituidos pelos tecnocratas Rothschildianos da sociedade secreta Távola Redonda, filha dos Illuminatis, que decretaram a proibição de semear nos países da U.E. do absurdistão e assim mandou a fome matar porque os agricultores estão impedidos de ter sementes e com elas abastecer o público? Não está montada mais uma conjura que compromete o futuro nos próximos cem anos? Estarão os sambrazenses preparados para suportar uma situação tão melindrosa?

O Mundo foi aprisionado pelos Rothschild que vendeu aos governos, empresas e bancos um titulo de bolsa chamados swaps com a máxima classificação de “AAA” e como nada valiam, e daí resultou que as vitimas ficaram insolventes em 2007/8, sem os seiscentos triliões de dólares arrecadados inicialmente e com a intervenção da sua TROIKA e do seu FMI, e da austeridade e aumento de impostos dos seus governos fantoches.

Por outras palavras, mais claras, Portugal NADA DEVE porque os cofres dos Rothschilds abarrotaram com o dinheiro roubado, enquanto a Banca, ao ficar na penúria, acabou por ser financiada, ficando a eles endividada com o dinheiro que lhes roubou e ao ousarem cobrar juros à Banca transformou-se noutr roubo e ficaram também credores por todo esse dinheiro roubado. Além de tudo isto, também através do dinheiro roubado, passaram a ter o direito de executar dividas, recorrendo a penhoras. Todos estes esquemas foram calculados pelos rapinas que desfrutam da posição confortável de ladrões autorizados a roubar o que lhes apetece. Este conforto é autenticado pelo governo, pau mandado dos Rothschilds, que determinaram o absurdo em que os empréstimo do dinheiro roubado, efectuados pelos sacerdotes da finança, devem ser pagos. Todas estas incongruências só podem ser explicadas porque o governo está enfeudado aos Rothschilds. Como a roubalheira aos bancos também não pára de atingir os países e as populações, deduz-se que só parará quando esmifrarem totalmente pobres e ricos, até os Rothschilds completarem o roubo e ficarem na posse de incontáveis quadriliões. Deste modo, acabará o dinheiro vivo e o colapso chegará e o cidadão ficará reduzido a um zombie perdido.

O BIS – Bank International of Settlement, que é o Banco Central de todos os bancos do Mundo, dominado pelos Rothschild, reconheceu há dez anos que devido à burla dos swaps, os seus beneficios aumentaram para 1 quadrilião e trezentos triliões de dólares, como consta no livro GLOBAL ECONOMIC CRISIS, sendo de calcular que ele já disporá neste momento de vários quadriliões que lhes permitirá contratar milhões de mercenários para aumentar o número de facínoras nos batalhões dos exércitos secretos da NATO chamados GLADIO, especializados na carnificina existente na UCRANIA, IRAQUE, SIRIA, SOMÁLIA, SUDÃO DO SUL, CENTRAL AFRICANA REPUBLICANA, AFEGANISTÃO e PAQUISTÃO depois de terem dizimado a Líbia.                    A carnificina no leste da Ucrania foi aprovada por uma U.E. conivente no assassinato do povo naquele local. Esta U.E. condicionou a entrada das nações à exigência de adesão ao regime democrático, revelando a sua contradição asquerosa ao não respeitar a democracia contida no seu referendo que decidiu a sua integração na Rússia. Está é a mesma fraudulenta U.E. em que o agente da CIA general DONOVAN fundou o Parlamento Europeu em 1950 sem quaisquer poderes legislativos que foram subtraidos pelo Presidente da Comissão que é sempre um qualquer fantoche favorável à América e à abjecta Inglaterra do Rothschild.

Igualmente preocupante é a situação relacionada com a invasão no norte do Iraque e que se propagou ao sul com a participação terrorista da Inglaterra, igual à sua intervenção de espionagem na Líbia, associada às actividades da CIA e da MOSSAD que tem resultado no suborno dos oficiais do exército iraquiano. Todas as práticas maléficas se repetem sempre que se trata de cumprir as regras exigidas pelo Judaísmo Rothschildiano mencionadas no seguinte Protocolo dos Sábios de Sião No. 2, assim redigido:  Não podemos parar o suborno, a falsidade e a traição sempre que se trata de atingir os nossos fins. Na política deve-se saber como nos apoderar da propriedade dos outros sem hesitação.

A conspiração está contida em todos os seus metodos habituais. Estão integrados numa máquina de guerra que funcionou na invasão de 2003 que matou mais de um milhão de iraquianos e 500.000 crianças ficaram horrorosamente deformadas.

Conforme se verifica, o suborno é para eles uma arma de guerra que contribui para corromper a capacidade defensiva e concorrer para se apoderarem da propriedade e também das nações.

O suborno possibilitou igualmente a aprovação da Lei 160 que autorizou cá o cultivo de milho transgénico uma vez que na Reunião do Clube de Bilderbergue em Sintra, em 1999, a revista “PUBLICA” revelou que lá, na presença de Jorge Sampaio então Presidente da Républica, foi declarado: As empresas gastam fortunas para obter as leis mais favoráveis. Mais uma vez o suborno foi apadrinhado pela governança portuguesa para agradar ao negócio dos transgénicos ligado ao grande padrinho Rothschild, interessado na ruína generalizada através da esterilização dos solos, sobretudo nas grandes extensões do Alentejo e na produção de alimentos venenosos e são a causa do aumento das doenças cancerígenas da responsabilidade de um governo fantoche servo dos Rothschild que lucra com as doenças provocadas pelo negócio da sua indústria farmaceutica.

Outros dos seus negócios que matam é o herbicida glisofato, o Aspartame, a Soja, as batatas, os tomates, o trigo americano e todos os produtos alimentares provenientes de rações e farinhas de produtos transgénicos.

Todos os cenários até agora descritos não são nenhum mar de rosas. O autor deste texto rejeita esconder a realidade. Quem omite os factos, está a mentir. E está a impedir que o conhecimento desses factos possam perturbar o exercicio da autoreflexão que poderá concorrer para o despertar dos leitores deste texto se aperceberem sobre as tramoias que nos ameaçam e exigir de nós uma concentração continuada para podermos encontrar soluções para as questões que afligem quem se preocupa. Os sambrazenses e todos os seres pensantes ficarão ainda mais preocupados quando souberem que seis estados membros da U.E. tais como a França, Itália, Holanda, Portugal, Roménia e Espanha, fundaram em 2006 o TRATADO “EUROGENDFOR”. Através do qual foi criado um exército secreto europeu e policia secreta de intervenção para esmagar revoltas em qualquer país da Europa. Podem abrir fogo contra as populações em qualquer demonstração, colocar regiões sob quarentena militar e estabeleceram toda esta militarização assassina. Secreta como é, beneficia da impunidade pelo seu assassinato. O referido TRATADO apresenta-se, em todos os seus aspectos, como uma organização marginal mafiosa e mais parecida com o crime organizado de Nova York, fora da lei, cometido pelo AL CAPONE ou OS BROFMANN com laços familiares aos Rothschild, segundo o grande comentador e escritor Dean Henderson. O estado policial de OBAMA também já tomou medidas semelhantes para reprimir 50 milhões de americanos, numa situação de extrema pobreza e foram recuperados campos de concentração antigos para serem utilizados e assim evitar que qualquer revolta se concretize. Além daqueles cinquenta milhões de americanos, outros milhões sobrevivem com muitas dificuldades. Não admira que existam 25% de crianças famintas, filhas destes impressionantes milhões de abandonados.

Nas guerras que têm decorrido até agora, as crianças são alvos previligiados. Isso acontece no leste da Ucrania, no Iraque, no Paquistão, na Síria e na Faixa de Gaza e também na Palestina que faz parte da Cisjordania.

Muito mais sacrificadas são as crianças, algumas com idades de 14 a 16 anos, são raptadas em centros de juventude na Bélgica e Holanda para serem violadas e mortas em festas de caça acossadas como se fossem animais pela realeza europeia do nono círculo satânico e da Igreja Católica onde estão envolvidos o Papa Francis e o anterior Papa Ratzinger.

Se os sambrazenses pretenderem conhecer todos os detalhes sobre a matança de crianças referidos num texto de três páginas, redigidas pela autora Judy Byington, podem contactá-la através do site www.topinfopost.com.

 

CONCLUSÕES

Sinceramente, a história social, economica e politica de S. Braz de Alportel entre 1914 e 2014 demonstram que a maioria do povo sambrazense sempre viveu com dificuldades. A sua liberdade de expressão sempre esteve condicionada pelas ditaduras do Sidonio Pais que perseguiu o poeta Bernardo Passos e da ditadura Salazarista e dos seus caciques filiados no Partido da União Nacional. Além disso os funcionários públicos estavam filiados a delegação da Legião Portuguesa em S. Brás de Alportel.

Desde há algum tempo que grande parte do povo deste país já se lamenta que nada ganhou com a troca entre uma ditadura Salazarista repressiva mas abastada com consideraveis reservas de ouro e um escudo forte  e com orçamentos equilibrados  que não se comparam com a miséria fomentada pelos governos da democracia ditatorial enfeudada ao servilismo dos Rothschild que beneficia com a austeridade acompanhada e contaminada pela situação de bancarrota com uma dívida monumental à Troika e do FMI possuídos pela famosa dinastia. Mais ainda: Ela transformou a U.E num SUPERESTADO pelo TRATADO DE LISBOA que estipulou que Portugal desapareceu do mapa porque este TRATADO determinou que este país passou a ser uma simples provincia. O referido TRATADO cancelou a constituição portuguesa e subtitui-a ao apoderar-se dos seus poderes. Nestas condições, o governo português tornou-se numa entidade ficticia que vive de aparência, do embuste e do artifício. Este artifício de manter o governo a funcionar é favorável aos interesses dos seus dominadores. Os impostos aumentam e a sua TROIKA e FMI cobram uma maquia que faz enriquecer ainda mais os dominadores. Em simultâneo, a austeridade agrava-se reduzindo cada vez mais os salários dos trabalhadores. Então aonde vão parar os referidos prejuizos dos trabalhadores entregues a um governo lacaio e subserviente? Este círculo vicioso continua. Os governos sabem que estão sugando o povo e que a revolta pode surgir. É por essa razão que foi previsto em 2006 o TRATADO EUROGENDFOR para atirar sobre os cidadãos e os que morrerrem ensinam aos assustados para não resistir afim de continuarem a ser sugados pelas marionetas governamentais da Troika e FMI, através de quem as migalhas do povo continuarão a engordar os cofres dos Rothschilds e seus associados com dinheiro convertível sem o qual não é possivel recrutar facínoras dos exércitos secretos da NATO conhecidos pelo programa GLADIO e outros assassinos semelhantes para poderem continuar a ocupar o Afeganistão e manter a carnificina no Paquistão, Iraque e Síria afim de destituirem os seus governos e ocupar as respectivas nações e dirigi-las com governos fantoches. Se conseguissem estas vitórias, seria mais fácil executar o plano de domínio global e impôr o seu previsto governo Mundial para aplicarem as regras da NOVA ORDEM MUNDIAL baseada na escravatura dos que escaparam ao extermínio. Não estão ainda reunidas todas as condições para isso poder acontecer uma vez que a GLADIO e outros exércitos privados ainda não iniciaram a prometida ameaça de invadir a RUSSIA e derrotar o seu poderoso exército. Na realidade, RUSSIA, CHINA, IRÃO e outros países estão a impedir que a súcia Rothschildiana se apodere de todos os cantos do Mundo aonde um estado policial planetário agirá. Ou seja: nenhuma aldeia do Planeta escapará ao assassinato, graças também ao fraudulento SUPERESTADO EUROPEU que domina as nações da Europa, onde ninguém tem direito a viver em paz. O que se relatou até agora, deixa transparecer que o banditismo da globalização nos próximos Cem anos, iniciados no último mês de Janeiro, chegou acompanhado aos pesadelos de monumental envergadura que só os países da Euroasia podem resolver. A história da segunda Guerra Mundial registou que foi o exército russo que sacrificou a vida de trinta milhões de soldados para vencer os alemães na segunda Guerra Mundial e libertar a Europa, incluíndo a Alemanha e ainda recentemente o povo alemão e seiscentos intelectuais manifestaram a sua gratidão e apoio à política construtiva da Rússia actual. Se as pessoas de boa vontade de S. Braz de Alportel querem dedicar-se a um exercício de meditação talvez possam contribuir para o milagre da paz nos próximos Cem anos, ainda que essa atitude seja insuficiente e necessite de ser completada com uma aprendizagem mais complexa e profunda e que conduza a uma revolução interior, visando a mudança do estilo de vida, criador de uma dinâmica polarizadora que esteja ligada à sabedoria contractiva e expansiva das galáxias das quais essa sabedoria reside nas galáxias e os seres vivos são os seus filhos que contêm os segredos e há mestres que os sabem interpretar.

Jacinto Rosa Vieira

Representante da FRENTE DO ALGARVE LIVRE DE TRANSGÉNICOS

cultodoconhecimento.wordpress.com

cultodoconhecimento@gmail.com

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s